Bicampeão mundial absoluto na faixa-preta, o astro do Jiu-Jitsu Ronaldo Jacaré não quis saber de ficar parado no UFC. A fera tem luta marcada contra Tim Boetsch no UFC 208, agendado para o dia 11 de fevereiro, no Brooklyn, Nova Iorque, conversou com a imprensa na tarde desta quinta-feira, dia 26.

No papo, Jacaré falou que não se importa com o ranking ou com o fato de estar entre os três melhores dos médios e encarar o distante 13° da lista.

“Assim como o cantor canta e o dançarino dança, eu sou lutador e quero lutar. Estou há nove meses sem lutar, não me importa se o Boetsch está em 13°. Repeito meu adversário e vou fazer o meu trabalho”, disse.

Mesmo de olho no cinturão da divisão, Jacaré não se vê encarando Michael Bisping em sua próxima luta. Com a possível vitória, Jaca pensa em revanche para tirar a limpo a derrota sofrida para Yoel Romero. No duelo, que Ronaldo assume ter sentido o golpe forte de Romero, o faixa-preta usou a boa filosofia do Jiu-Jitsu, e da tormenta absorveu a lição, e prometeu voltar com muita agressividade para um próximo encontro.

Confira no vídeo abaixo como Jacaré viu seu aprendizado contra Romero, além de uma análise entre a fera e outro craque da arte suave no octógono, o talentoso Demian Maia.

Source: GracieMag